Fascista? Quem?

Imagem
Aqui a Ovelha não tem tido sequer grande vontade em falar neste tema, pois são muitas as palavras impróprias que me sugere. Estou confinada há 43 dias, a sair só para as compras, quase como se fosse uma criminosa, a lavar-me e a desinfetar-me desenfreadamente. Com medo, muito medo, e a tentar que os outros também sintam esse receio pois, neste caso, o medo poderá ser a nossa salvação. Sou católica e, apesar disso, passei a minha Páscoa como um qualquer domingo e critiquei aqueles que não o fizeram, tal como critiquei os que foram para a praia, para a marginal de Vila do Conde ou os que passeiam em romaria pela minha rua. E é por isso que não posso deixar de criticar, ainda com mais intensidade, aqueles que deviam dar o exemplo e que se comportam como aquilo que chamam a quem a se opõe ás suas vontades impostas: fascistas! O termo "fascista" nasce da palavra italiana fascismo (de fascio. "feixe; associação política ou social"). Entre outras coisas, f

A Ovelha no país do CM



Como diz o outro, "oh pá", não era para estar hoje a escrever! Bem, mas as circunstâncias assim o obrigam pois já não estava para receber mais mensagens tipo "os seus leitores sentem a sua falta", "a sua página está a ser procurada", etc.
Isto para explicar que a Ovelha não está de férias e muito menos na "silly season". Tem apenas andado a investigar (o DCIAP também não tem estado nada mal) para podermos falar de umas coisinhas mais tarde.

Entretanto tem andado a acompanhar o Mundial de Futebol (desculpem, mas não consigo mesmo torcer pela vitória da França)... Do Bruninho já nem falo pois tornou-se num caso de saúde pública.
Falo sim do Ronaldo, do nosso CR7, que se muda para Itália por burrice de um presidente de um clube espanhol. Sim, burrice porque para além da subida astronómica da Juventus na Bolsa, o clube já está a vender as famosas camisolas por um valor que ronda os módicos 145 euros (e a do número 7 é a primeira a marchar). Mas até nisto nós somos o país do Correio da Manha (não, não é gralha, o til não está mesmo lá!). Para saber a quantas andavam as negociações recorri ao programa espanhol "Chiringuito", sempre à frente de tudo o que se estava a passar e que, apesar de ver Ronaldo partir, lhe fez uma homenagem digna do melhor do mundo. Sim, porque nós continuamos a ter aquela mentalidade de merd@, a de achar que o que vem de fora é sempre melhor e que temos de perseguir, desprezar e achincalhar aquilo de de melhor temos (e que não é certamente o rançoso do Salvador Sobral!). Pois ainda há pouco ouvi um antigo jogador Argentino a dizer coisas sobre o CR que por cá nunca ouvi: "é um animal, é um jogador inigualável, é o melhor do mundo", isto para além de muitos elogios de deixar qualquer um de cara à banda. Há dias ouvi uma entrevista ao Ricardo Trivela Quaresma em que ele próprio dizia que não se sentia tão amado e acarinhado em qualquer outro lugar, apenas na Turquia! Que vergonha Portugal!!!

Finalmente, estive com o mundo de coração nas mãos a acompanhar um outro caso de futebol, mas o do grupo de jovens que ficou preso numa gruta na Tailândia. Como já sei o que a casa gasta, acompanhei o caso não só pelos meios de comunicação social portugueses, mas também estrangeiros. Garanto que as televisões portuguesas foram as únicas a fazerem o folclore CM, com jornaleiros todos saídos da mesma forma e alguns comentadeiros a condizer. E quase ao chegar ao fim das operações que os "treinadores de bancada" atingiram o seu clímax. Ninguém sabia o que lá se passava, mas todos sabiam que tinham antes feito assim ou assado. Houve mesmo um comandante de uma corporação de bombeiros que usou a palavra "redundante" vezes sem fim (como era sempre incorretamente aplicada, presumo que não soubesse qual era o seu significado). Depois, um tipo que na sessão de "Discos Pedidos" de um canal informativo faz comentários do tipo "o treinador vai ter de ser castigado pois entrou numa gruta quando era proibido" ou "viram aquelas crianças tão quietinhas e a sorrir! Quando é que as crianças portuguesas estariam assim tão quietinhas?".
Oh minha grande avantesma!!!! Tudo bem que estamos perante uma cultura bem diferente, mas gostava de te enfiar numa gruta 10 dias sem comer e cheio de medo e de frio a ver se não estavas quietinho!!!! 
Bem, sobre este caso muito mais teria para dizer mas, hoje, nem era suposto eu estar a escrever... O melhor é que tudo está bem quando acaba (quase) bem, e o mundo conseguiu ser um lugar maravilhoso!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Carta Aberta a Tiago Brandão Rodrigues

Quem tem medo compra um cão!