Fascista? Quem?

Imagem
Aqui a Ovelha não tem tido sequer grande vontade em falar neste tema, pois são muitas as palavras impróprias que me sugere. Estou confinada há 43 dias, a sair só para as compras, quase como se fosse uma criminosa, a lavar-me e a desinfetar-me desenfreadamente. Com medo, muito medo, e a tentar que os outros também sintam esse receio pois, neste caso, o medo poderá ser a nossa salvação. Sou católica e, apesar disso, passei a minha Páscoa como um qualquer domingo e critiquei aqueles que não o fizeram, tal como critiquei os que foram para a praia, para a marginal de Vila do Conde ou os que passeiam em romaria pela minha rua. E é por isso que não posso deixar de criticar, ainda com mais intensidade, aqueles que deviam dar o exemplo e que se comportam como aquilo que chamam a quem a se opõe ás suas vontades impostas: fascistas! O termo "fascista" nasce da palavra italiana fascismo (de fascio. "feixe; associação política ou social"). Entre outras coisas, f

"Venham a mim as criancinhas."


Este ano parece que, por cá, levaram as comemorações do Dia Mundial da Criança mesmo muito a sério até porque, no decorrer desta semana, são muitos os que de uma forma ou de outra, chamaram a si as criancinhas. Não, não vou voltar a falar das infantilidades do BdC! 
Começo pela proposta peregrina de Rui Rio, a "política para a infância". Rui, sinceramente, é que nem as criancinhas consegues enganar! Então tu não consegues pôr ordem na tua própria casa, educar e disciplinar os "garotos" que ainda por aí andam e vens com uma ideia que toda a gente sabe que é anedótica e de puro populismo!? Acredita, vais ter por aí muitos "filhos" já bem crescidos a reclamarem 10 mil euros...ou mais! Parecia-me, mas agora tenho a certeza: a política está transformada numa verdadeira brincadeira de crianças (se bem que esta última é mais saudável)!
E a propósito disso mesmo, ocorre-me um outro episódio também "quentinho". Disse em 2015 que esperava "não ter que vir a morder a língua" depois de elogiar a escolha do Ministro da Educação. Pois, mordi e mordi à grande! Então o "nosso" Tiago, à boa moda de um puto mimado, faz birra!!!! Não querem a nossa proposta, então não há proposta nenhuma!!! E lá teve de vir o António, com uma tentativa de interpretação mal amanhada, tentar serenar quem realmente põe em prática as políticas para a infância...
Certamente que quanto o Tiago falou à saída das negociações com os sindicatos, já sabia dos resultados das Provas de Aferição. E então não é que os meninos não sabem saltar à corda!!!!! A culpa é dos professores que nem isso sabem ensinar!!! Pimba, não há negociações para ninguém! Pois, e lá veio de novo Costa dizer que quer que os portugueses pratiquem mais exercício para poupar dinheiro ao SNS...
Bem, mas a verdadeira culpada é a Maria Vieira. Se não me tivesse bloqueado, eu não andava aqui a preocupar-me com a vida dos outros.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Carta Aberta a Tiago Brandão Rodrigues

Quem tem medo compra um cão!